Natura Glamping

Ouvi falar pela primeira vez do conceito de “glamping” há poucos anos atrás e depois de ver algumas fotografias aqui pela net, fiquei com imensa vontade de experimentar esta nova forma de acampar com glamour.

Existem já em Portugal vários sítios giros onde se pode fazer glamping e um deles é o Natura Glamping que abriu há cerca de um ano no Fundão, bem lá no cimo da Serra da Gardunha.

Quando vi no instagram da Ana Luisa, do blog Doce para o Meu Doce, as fotos que ela tirou num dos domos do Natura glamping, fiquei ruída de inveja com aquela vista fabulosa, por isso quando me apareceu no email uma promoção para uma noite no Natura Glamping, decidi aproveitar.

O processo de reserva não foi fácil, as datas que queríamos já não tinham disponibilidade, acabámos por ir só no final do ano, em Dezembro.

Confesso que o início da nossa estadia não começou da melhor forma. Tinha visto tantas fotos bonitas que as expetativas eram muito altas, por isso quando nos encaminharam para o nosso domo (uma espécie de iglo gigante), o mais afastado e o que tinha a vista mais fraquinha, fiquei um pouco triste. Ainda tentámos mudar mas os outros já estavam ocupados. Acabei por me conformar e tentar aproveitar ao máximo o resto da estadia. Se tiverem a pensar ir lá, recomendo, aquando da reserva, que peçam, se ainda houver disponibilidade, para ficar num dos domos mais próximos da receção.  Além da bonita vista sobre o vale, tem-se ainda uma desafogada e deslumbrante vista sobre a cidade do fundão.

IMG_2609

IMG_2611

IMG_2649

IMG_2654

No Natura Glamping existem 6 domos geodésicos cada um com dois quartos de casal e uma casa de banho, 1 pequeno restaurante onde se pode petiscar e tomar o pequeno almoço e ainda um domo maior reservado para eventos.

Apesar de não ter a vista que tinha imaginado, adorei a estadia no nosso domo geodésico. O espaço interior é super acolhedor (tem ar condicionado e tudo) e ver o pôr-do- sol ou o amanhecer, mesmo ali à nossa frente sem sair da cama, é brutal. Nos dias de menos frio ainda dá para aproveitar a varanda sobre o vale. Como fomos em Dezembro não tivemos essa sorte.

IMG_2641

IMG_2634

IMG_2575

IMG_2586

Foi a primeira vez que visitámos aquela zona, por isso aproveitámos para conhecer a cidade do fundão e algumas terrinhas  à volta.

No primeiro dia, depois de deixarmos as malas no quarto, fomos almoçar ao restaurante “As Tílias”, no centro do Fundão. Aproveito para dizer que aqui se come muito bem. Nós escolhemos a tiborna de polvo e o porco preto em azeite e alho com batata e esparregado. Tudo muito saboroso e bem servido.

Depois de almoço fomos dar uma pequena volta pelo centro mas entretanto começou a chuviscar, por isso decidimos voltar para o aconchego do nosso domo.

Voltámos a sair só à noite, para jantar um belo naco na pedra no restaurante “O Beiral”.

IMG_2556

IMG_2558

IMG_2601

No dia seguinte, levantámo-nos e fomos tomar o pequeno almoço ao restaurante do glamping.

Gostei da variedade e qualidade dos produtos servidos. Havia cereais, leite, sumos, chás, iogurtes, bolinhos, ovos mexidos, salsichas, cogumelos salteados, queijos, presunto, fiambre, fruta, pão, torradas, nutella, compotas…tudo isto em modo buffet. Uma maravilha!

IMG_2620

IMG_2623

Após fazermos o check-out fomos até Castelo Novo, uma aldeiazinha ali perto, muito pitoresca, onde passámos umas boas horas, até regressar a casa.

Para todos aqueles que gostam ou gostavam de fazer glamping, experimentem o Natura Glamping, tenho a certeza que vão gostar da experiência!

IMG_2670

IMG_2675

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *