Madrid #1 – Gastronomia

Mercado de San Miguel
Provavelmente o melhor sítio para tapear em Madrid.
Situado no centro de Madrid, é um antigo mercado remodelado, construído em ferro e vidro que nos mostra uma fusão de moderno e do antigo, oferecendo muita variedade a preços acessíveis e um ambiente muito giro.
Neste mercado podemos encontrar um pouco de tudo, desde tapas, paelhas, queijos, presuntos, sumos naturais, vinho, fruta, sushi, ostras, mariscos, bolos, até uma banca com café e doces portugueses, cada iguaria tem a sua banca.
Podemos escolher o que queremos comer e sentarmo-nos num dos espaços comuns ou irmos petiscando pelas várias bancas.

Restaurante La Lateral (Plaza Santa Ana)
Existem vários restaurante La Lateral em Madrid (Fuencarral, Velázquez, Arturo Soria, Castellana, Santa Ana).
Escolhemos para o primeiro jantar em Madrid o La Lateral que fica na plaza de Santa Ana, além de ter esplanada fica numa praça muito gira, perfeita para as noites de verão. Como é um restaurante um pouco concorrido, estivemos algum tempo à espera de mesa (aconselho a ir cedo), mas valeu a pena :)
O ambiente é moderno e a comida é muito boa, dá para experimentar um pouco de tudo da gastronomia espanhola.
Durante o jantar fomos pedindo várias tapas. Existem duas opções: pinchos e raciones. Os pinchos são doses pequenas (para partilhar) e vêm acompanhados com uma fatia de pão. As raciones são doses um pouco maiores.
Começámos pela tortilla espanhola(2,45€) com batata e cebola que estava muito boa. Pedimos depois o solomillo com cebola confitada(3,45€), que tem um sabor intenso e adocicado e o solomillo com mostarda(3,35€). O solomillo é uma fatia de pão tostado com lombo de porco(solomillo) coberto com cebola confitada, molho de mostarda ou queijo brie.
Como adoro as croquetas espanholas, tínhamos de provar as famosas croquetas de jamón(6,70€ 6un), e experimentámos também as de bacalhau. Estavam ambas muito saborosas, crocantes por fora e cremosas por dentro.
Para finalizar pedimos batata recheada com jamón, queijo e ovo de codorniz por cima(3.40€).
Exagerámos um bocado na quantidade de pratos mas queríamos experimentar um pouco de tudo.
Para acompanhar a refeição bebemos uma sangria da casa(13,70€).

Cerveceria 100 Montaditos

Um dos sítios onde fomos mais vezes comer foi à Cerveceria 100 Montaditos, que além de ser barata, tem uma grande variedade de montaditos deliciosos. Existem várias cervejarias desta cadeia em Madrid.
Os montaditos são mini baguetes com diferentes recheios à escolha, como gambas, salmão fumado, frango, atum, diferentes tipos de queijo, calamares, tortilha, entre outras, e vêm acompanhados com uma porção de batatas fritas. Mas o melhor é mesmo o preço que varia entre 1,20€-2€ cada montadito e se forem ao domingo ou à quarta feira todos os montaditos e bebidas estão a 1€!! Imperdível para quem visita Madrid!
Fomos lá duas ou três vezes e saímos satisfeitos. Os montaditos estavam sempre quentinhos, estaladiços e bem recheados. Experimentámos também a sangria e a cerveja, ambas bem servidas em canecas de 0,5 litros.

 

Restaurante La Finca de Susana

O nosso primeiro almoço em Madrid foi no restaurante La Finca de Susana, perto da Puerta del Sol.
É um restaurante moderno, onde a relação preço/qualidade é muito boa. Os pratos custam entre os 3€-8€ e são muito bem confeccionados.
Costuma estar sempre cheio porque não aceitam reservas, aconselho por isso a chegar cedo para não estar muito tempo à espera.
A ementa é de inspiração contemporânea e os pratos são simples mas com uma apresentação moderna.
À hora de almoço têm um menu do dia que custa cerca de 10€ e inclui entrada, prato, bebida e sobremesa.
O espaço é bastante agradável e elegante.

Morada: Calle Arlabán, 4
Horário de Funcionamento: Das 13:00-15:45 e das 20:30-23:45

 

Restaurante BAZAAR

Situado no conhecido e alternativo bairro da Chueca, é um restaurante bom, bonito e (relativamente) barato.
Pertence ao empresário Luis Camós que segue o conceito de cozinha criativa a um preço baixo, dono também do restaurante La finca de Susana.
O espaço é moderno e elegante, predominando o branco e as várias estantes com garrafas de vinho, água e produtos gourmet.
A luz baixa e o chão em madeira dão um toque romântico ao ambiente.

Tem uma ementa de fusão entre a cozinha mediterrânea e oriental, pagando-se cerca de 20€-22€ por uma entrada, prato, sobremesa e bebida.
Costuma estar sempre cheio e com fila de espera mas vale a pena experimentar para quem gosta de comida requintada a um preço acessível.
Morada: Calle de la Libertad nº21
Horário de Funcionamento:Domingo a 4ª feira das 13h15 às 16h e das 20h30 às 23h30, 5ª feira a Sábado das 13h15 às 16h e das 20h15 às 24h.

 

Restaurante La Musa Latina

Um restaurante de tapas e petiscos situado no conhecido bairro la latina. Pedi a famosa La Bomba(5€) – o prato mais conhecido do restaurante. A La Bomba é uma batata assada recheada de carne com molho bolonhesa e queijo, uma delicia. Experimentei também o Solomillo de ternera, que são tiras de carne grelhada acompanhadas com diferentes molhos e estavam muito saborosas.

Para sobremesa escolhi o chocolatíssomo, um pequeno bolo de chocolate negro com molho de chocolate branco.
É uma boa opção para comer bem num ambiente diferente e jovem.

Morada: Costanilla de San Andrés, 12
Horário de Funcionamento: Das 12:00  às 02:00

 

Museo del Jamón

O Museu del Jamón é uma das cadeias de comida mais típicas de Madrid e encontram-se em vários pontos da cidade.
A especialidade da casa como o nome indica é o Jamón (presunto curado), mas existem outras opções para petiscar ao balcão(barra) que é mais barato, ou nas mesas. Pedimos uma sandes de jamón(1€) e um prato de calamares(4€).
O ambiente é pitoresco, em todas os restaurantes existem peças de presunto penduradas no tecto.
É um bom sitio para comer bem e barato

 

El Capricho Extremeño
Almoçámos neste bar depois de visitarmos o mercado “El rasto”, no bairro de La Latina.
É conhecido por ter as melhores tostas de Madrid e por essa razão foi relativamente fácil encontrá-lo porque estava com fila à porta, mas o serviço é muito rápido. Quando entrámos no pequeno bar encontrámos uma grande variedade de tostas (uma fatia de pão com ingredientes à escolha por cima).
As tostas são grandes, bem recheadas e muito boas. O  preço de cada tosta varia entre 2€-3,50€.
Como não existem mesas, sentámos-nos num banco de uma praça que existe mais abaixo.
Existem tostas de frango panado, gambas al ajiilo, salmão fumado, atum, cogumelos, polvo à galega, bacalhau, presunto, tortilha, queijo e gulas com gambas.
As minhas preferidas foram as de polvo à galega, bacalhau e gulas com gambas.
Um dos melhores lugares  para comer bem e barato no centro de Madrid.
Tostas de gulas com gambas e polvo à galega

Morada: Calle Carlos Arniches, 30
Horário: Sábado e domingo até as 16:30


Chocolateria San Ginés
Chocolateria fundada em 1894, conhecida por ter os melhores churros com chocolate de Madrid.
Sou uma grande apreciadora de chocolate, por isso os churros da San Ginés não podiam faltar na minha lista de iguarias a provar.
Não experimentei em outros sítios, não consigo dizer se são mesmo os melhores mas estes eram muito bons, tanto o chocolate quente como os churros (3.5€ 6 churros com chocolate).



Gelataria Giangrossi

Conhecida como a melhor gelataria de Madrid, tem gelados cremosos e originais.

Provámos alguns dos sabores exclusivos da casa – doce de leite caseiro e o cheesemaria cake, e são realmente muito bons.

Por serem gelados artesanais não são muito baratos, duas bolas em cone ou copo custam 4€ mas vale a pena experimentar.  Existe várias gelatarias desta cadeira em Madrid, escolhemos a da calle Velasquez, que tem uma pequena esplanada no exterior, ideal para os quentes dias de verão.

1 Comment

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *